jusbrasil.com.br
24 de Agosto de 2019

Delcídio cita Renan, Aécio e mais três senadores em delação, dizem jornais

Ylena Luna, Administrador
Publicado por Ylena Luna
há 3 anos

SÃO PAULO - A delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS), além de falar de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, também cita diversos senadores da República da oposição e da base aliada, segundo informações dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo.

Segundo os jornais, o petista citou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), Edison Lobão (PMDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR) e Valdir Raupp (PMDB-RO), que já são investigados em inquéritos da Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal). Delcídio também fez referências ao senador Aécio Neves (PSDB-MG). O tucano já foi citado pelo doleiro Alberto Youssef e pelo transportador de valores Carlos Alexandre Rocha, o Ceará, mas ambos os procedimentos com menções a ele foram arquivados.

A Folha não teve acesso ao contexto do suposto envolvimento desses políticos. O jornal informa ainda que a simples menção feita por Delcídio não indica que os citados cometeram crimes ou que serão investigados. A publicação informa que a citação a Renan, por exemplo, teria sido lateral.

Já O Globo informou que Delcídio citou Renan ao confirmar a atuação do deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) em nome do senador. Inquéritos na Lava-Jato apuram essa relação. No caso de Aécio, as citações de Delcídio dizem respeito à atuação do mineiro numa CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), cujo detalhamento continua em sigilo.

Ao jornal Folha, a assessoria de Aécio afirmou que não iria comentar a citação pela falta de "informação concreta" sobre o envolvimento do senador com Delcídio. Valdir Raupp afirmou que recebe com "estranheza" a informação de que teria sido citado. Ao jornal O Globo, Renan sustentou que “nunca autorizou, credenciou ou consentiu que seu nome fosse utilizado por terceiros”.

Fonte: Infomoney

5 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Bem, a letra do samba o Brasil inteiro conhece.
Com certeza absoluta, embora salvaguarde sua posição de líder, o PT não é o único partido corrupto do Brasil.
♫ Se gritar pega ladrão...♫♫ continuar lendo

Delcídio citou Lula e o conduziram coercitivamente.
Delcídio citou Aécio e... cadê o show midiático? continuar lendo

Só apelação...
Entre profissionais de Direito parece-me difícil acreditar que alguém coloque a delação de Delcídio como razão para prisão de um ou de outro.
Mesmo de brincadeira. Ainda mais antes que a delação seja homologada.
Na minha idade não tenho ilusão quanto à imparcialidade de nenhuma autoridade e de nenhum processo.
Não vou, portanto, surpreender-me se futuramente se comprovar que algum promotor, juiz ou autoridade policial forçou conscientemente a culpa de um e omitiu criminosamente a culpa de outro.
Por outro lado, o uso repetido ad nauseam da teoria da conspiração para desqualificar toda ação contra Lula e o PT precisa ser repudiado em qualquer discussão.
Discutam-se os méritos, os processos, clame-se por ações contra os "do outro lado", mas seria ótimo se não escutássemos mais esse tipo de argumento.
E também concordo: não dá para fazer um país íntegro em que um partido seja o dono e a oposição seja anátema. Precisamos aprender a respeitar a posição uns dos outros. Novamente, o argumento do "foram eles que começaram" nem para crianças aceitamos mais.
Precisamos crescer. continuar lendo

Quem duvidar desta fonte de informação, verás que a sociedade na grande maioria, se deixa envolver e tomar partido de alguns meios de comunicação de massa.Portanto, até os jornalistas deveriam ser observados em sua conduta e ser processado por notícias infundadas e totalmente desprovida da realidade.Não pretendo com isso, exigir a mordaça nos jornalistas, mas nossa liberdade de expressão conseguida com sangue e suor sendo utilizada e vendida para grandes grupos de interesse midiático deveria ser atuado criminalmente por falsidade ideológica e insuflar a sociedade. continuar lendo